Território Leitor
Território Leitor
Promover a leitura junto dos jovens.

No sentido de assegurar que a competência leitora é desenvolvida por todos, o PNL2027 trabalha com uma comunidade alargada que inclui mediadores de leitura.

Os mediadores promovem a leitura e a escrita, estabelecem laços e facilitam o diálogo entre os livros e os leitores, concretizando atividades diversas e criativas. A mediação de leitura pode acontecer em diversos espaços: bibliotecas, escolas, livrarias, associações culturais, museus, jardins e outros lugares da comunidade.

 Os mediadores ajudam a criar redes que promovem o acesso ao livro e o dão a conhecer, dinamizando atividades como: clubes de leitura, oficinas de escrita criativa, leituras encenadas, orientação de comunidades digitais de leitura ou, pura e simplesmente, conversas com os leitores sobre uma exposição, uma performance ou outro evento.

Os mediadores revelam e favorecem, em suma, a relação entre o leitor e o livro, enquanto lugar de oportunidades, de descobertas e de viagens inesquecíveis para cada um.

Mediadores e atividades:

  • Margarida Fonseca Santos
    Margarida Fonseca Santos

    Começou a escrever em 1993. Escreve para jovens, mas também para um público adulto. É autora do projeto histórias em 77 palavras e do projeto RE-WORD-IT – Brincar a sério com as palavras, ambos apoiados pelos PNL2027.

    Leia
  • Andreia Brites
    Andreia Brites

    Andreia Brites é mediadora de leitura desde 2003. Realiza ateliers e clubes de leitura maioritariamente destinados ao público adolescente. Integrou a carteira de itinerâncias da DGLAB e participou em projetos de promoção da leitura apoiados pela Fundação Calouste Gulbenkian.

    Leia
  • Andante
    Andante

    A Andante Associação Artística é uma companhia de teatro que tem como objetivo principal a promoção da leitura e a sedução de leitores.

    Leia
  • Gisela Cañamero
    Gisela Cañamero

    Encenadora, dramaturga e performer, tem um percurso marcado por intensa atividade enquanto pedagoga. Formadora na área do teatro e criatividade.

    Leia
    • Rodolfo Castro
      Rodolfo Castro

      Rodolfo Castro, mais bem conhecido como «O pior contador de histórias do mundo». Nasceu e cresceu em Buenos Aires, formou-se profissionalmente no México, hoje vive em Lisboa.

      Leia
    • Laredo
      Laredo - Associação Cultural

      LAREDO ASSOCIAÇÃO CULTURAL é uma Associação sem fins lucrativos fundada em 2014.  Tem como missão a promoção do livro e da leitura ao longo da vida, a inclusão e as parcerias, em todo o país.

      Leia
    • Elsa Serra
      Elsa Serra

      Animadora, contadora de histórias e formadora desde 1999. Cofundadora da Associação Histórias Desenhadas e projeto Clic.

      Leia
    • Dora Batalim
      Dora Batalim

      Interessa-se pelos livros enquanto objeto de comunicação estética e de observação das relações que se podem estabelecer a partir deles com o resto do universo e com os seus leitores.

      Leia
    • AVOAR
      AVOAR
      Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD), com estatuto de utilidade pública.
      Leia
    • Mosi
      Mosi

      Mosi é o pseudónimo de Joana Simão, fundadora da EriceiraBD e responsável pelo curso de Concept Art na ETIC.

      Leia
      • Mafalda Milhões
        Mafalda Milhões

        Mafalda Milhões é uma ilustradora de causas. Responsável do projeto editorial O Bichinho de Conto, livreira, autora e mediadora de leitura.

        Leia
      • Cristina Taquelim
        Cristina Taquelim
        Cresceu no Alentejo, em liberdade, a trepar às árvores e a ouvir as histórias e as modas dos avós analfabetos. Quando aprendeu a ler, descobriu que o mundo era muito maior e ainda mais bonito do que imaginava.
        Leia
      • Rui Horta
        Rui Horta
        Estabelecido por Rui Horta em 2000, O Espaço do Tempo, em Montemor-o-Novo, serve de apoio a inúmeros criadores nacionais e internacionais em residência artística nas áreas de pesquisa e criação, teatro, dança performance, música, artes visuais.
        Leia
      • Paula Cusati
        Paula Cusati

        Cresceu no Alentejo, em liberdade, a trepar às árvores e a ouvir as histórias e as modas dos avós analfabetos. Quando aprendeu a ler, descobriu que o mundo era muito maior e ainda mais bonito do que imaginava.

        Leia
ENTRELER
Revista digital, anual, livre e gratuita, sobre leitura, escrita e literacias.