Noites dos Livros Censurados
Noites dos Livros Censurados
22 a 28 de abril

Noites dos Livros Censurados/ Datas e Locais de Eventos

Dia 22

  • Biblioteca Municipal de Cuba, 21h
  • Livraria Buchholz, Lisboa, 18h30
  • Biblioteca Escolar José Saraiva, Leiria, 18h
  • Biblioteca Municipal de Mondim de Basto, 21h
  • Escola Secundária Luís de Freitas Branco, Paço de Arcos
  • Museu do Papel Terras de Santa Maria, Paços de Brandão, 21h
  • Pinguim Café, Porto, 22h
  • República Wine Bar, Torres Vedras, 21h
  • Biblioteca da Escola Secundária Camilo Castelo Branco, Vila Real, 21h

Dia 23

  • Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos, Amadora, 18h30
  • Universidade Sénior Intergeracional de Agualva e Mira Sintra, 21h
  • Biblioteca Municipal de Bragança, 21h
  • Biblioteca da Escola Secundária João de Deus, Faro, 21h
  • Biblioteca Pública Municipal Pedro Fernandes Tomás, Figueira da Foz, 21h
  • Biblioteca Municipal de Ílhavo, 21h
  • Biblioteca Municipal de Mondim de Basto, 21h
  • Biblioteca Municipal de Montalegre, 21h
  • Biblioteca Municipal Florbela Espanca, Matosinhos, 21h
  • Biblioteca da Escola Superior de Educação de Lisboa, 18h
  • Instituto de Cultura e Língua Portuguesa – Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 18h
  • Centro de Cultura e Intervenção Feminista (UMAR), Lisboa
  • Fundação José Saramago, Lisboa, 18h30
  • Toca das Artes – Núcleo Cultural, Lisboa, 21h
  • Escola Secundária Luís de Freitas Branco, Paço de Arcos
  • Casa José Saramago – Biblioteca Municipal de Óbidos, 21h
  • Museu do Papel Terras de Santa Maria, Paços de Brandão, 21h
  • Biblioteca da Escola Secundária de Paços de Ferreira, 21h
  • Biblioteca Municipal de Peniche, 21h30
  • Biblioteca Municipal de Ribeira de Pena, 21h
  • Espaço Maria Almira Medina – Casa das Cenas, Sintra, 19h
  • Biblioteca Escolar da Escola Secundária de Tondela, 18h
  • Biblioteca da Escola Secundária Camilo Castelo Branco, Vila Real, 21h
  • Grupo Dramático de Vilar do Paraíso, Vila Nova de Gaia, 21h

Dia 24

  • Lar Doce Livro – Livraria, Café & Posta-Restante, Angra do Heroísmo, 22h30
  • Casa do Povo, Alcantarilha, 19h30
  • Biblioteca Municipal de Benavente, 19h30
  • Heróis com Capa, Carnaxide, 19h
  • Biblioteca Escolar Lorosae, Charneca da Caparica, 18h
  • Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva, Castelo Branco, 18h
  • Fundação Cupertino de Miranda, Famalicão, 21h
  • Biblioteca Municipal Florbela Espanca, Matosinhos, 21h
  • Biblioteca Ruy Belo – Agrupamento de Escolas Ruy Belo, Monte Abraão, 18h
  • Biblioteca Municipal de Penalva do Castelo, 22h
  • Biblioteca Municipal Almeida Garrett, Porto, 21h
  • Centro Pastoral Paranhos, Porto, 21h
  • Escola Secundária Luís de Freitas Branco, Paço de Arcos
  • Biblioteca da Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento de Ponte de Lima, 18h
  • Biblioteca da Escola Superior de Educação de Lisboa, 18h
  • Zénite Bar Galeria, Lisboa, 19h
  • Sede da FAUL – Mulheres Socialistas – Igualdade e Direitos da Federação da Área Urbana de Lisboa, 21h30
  • Espaço Cultural do Independente Futebol Clube Torrense, Seixal, 19h
  • Agrupamento de Escolas Sebastião da Gama, Setúbal, 19h40
  • Biblioteca Municipal Dr. António Garção, Sousel, 20h
  • Biblioteca da Escola Básica e Secundária de Pinheiro, Termas de São Vicente, 19h
  • Escola Internacional de Torres Vedras, 21h
  • Biblioteca da Escola Secundária Camilo Castelo Branco, Vila Real, 21h

Dia 25

  • Associação Cultural Desportiva e Recreativa Dr. Amorim Girão, Fataunços, 20h
  • Livraria Xylocopa Books, Ílhavo, 18h
  • Instituto de Cultura e Língua Portuguesa – Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 18h30
  • Casa do Comum, Lisboa, 20h
  • Pinguim Café, Porto, 22h

Dia 26

  • Associação Cultural Desportiva e Recreativa Dr. Amorim Girão, Fataunços, 20h
  • Biblioteca Municipal Florbela Espanca, Matosinhos
  • Casa José Saramago – Biblioteca Municipal de Óbidos, 21h
  • Biblioteca Escolar Clara Brandão, Oliveira de Azeméis, 20h30
  • Oficina Oito, Lisboa, 18h
  • Casa do Comum, Lisboa, 22h
  • Espaço Cultural do Independente Futebol Clube Torrense, Seixal, 19h
  • Escola Secundária de Bocage, Setúbal, 18h
  • Espaço Maria Almira Medina – Casa das Cenas, Sintra, 19h
  • Café com Letras, Viseu, 21h

Dia 27

  • Meia Volta de Úrano, Almada, 18h
  • Biblioteca Municipal de Almada, 21h
  • Biblioteca Municipal de Mondim de Basto, 21h
  • Casa do Comum, Lisboa, 22h
  • Biblioteca Municipal de Penacova, 21h
  • Espaço Cultural do Independente Futebol Clube Torrense, Seixal, 19h
  • Grupo Dramático de Vilar do Paraíso, Vila Nova de Gaia, 21h30
  • Livraria Traga-Mundos, Vila Real, 20h
  • Café com Letras, Viseu, 21h

Dia 28

  • Toca das Artes – Núcleo Cultural, Lisboa, 19h
  • Clube União Portimonense, Portimão
  • Espaço Cultural do Independente Futebol Clube Torrense, Seixal, 19h
 
 
  

Convite - Dia Mundial do Livro 


Queremos ler alto, a várias vozes, com holofotes ou lua nova, as palavras em liberdade! 

Queremos celebrar os livros que não deixamos arder, os livros que escondemos, os livros que passamos clandestinamente e que continuamos a ler. 

As noites dos livros censurados pretendem celebrar os livros como resistência e o papel que a literatura tem desempenhado no desafio aos regimes, ao longo de séculos. Na semana das celebrações dos 50 anos do 25 de abril, queremos lembrar autores que foram e continuam a ser censurados ou banidos.  

Queremos trazer a celebração da leitura para cenários informais, para lembrarmos que os livros não são para ser venerados, nem fechados em armários que os tornaram objetos de exposição. Os livros fizeram parte da revolução, fazem parte das nossas vidas como sociedade e do nosso crescimento. Recusamos a censura na literatura, em qualquer forma ou sob pretexto algum. 

Lançamos o desafio a bares, centros culturais, associações, livrarias, bibliotecas, institutos, teatros e outros, que queiram organizar a(s) sua(s) noites de livros censurados, na semana de 22 a 28 de abril. 

Basta enviar-nos a intenção de participar, com indicação de local e dataDisponibilizamos no portal uma lista de livros censurados e banidos, sugestões de organização das noites e o cartaz, para apoiar a organização. Aos primeiros cinquenta inscritos, enviamos um kit com estes materiais e a oferta de uma pequena coleção de livros. Aceda ao formulário público " Noites dos livros censurados" até 5 de abril.  

Em troca, só têm de organizar a sessão, fotografá-la e partilhá-la connosco, identificando a publicação nas redes com #noitesdelivroscensurados e #pnl2027. 

Celebramos meio século da revolução de abril com um convite: juntemo-nos nas Noites dos Livros Censurados. 

Parceiros: APEL e jornal Público 


Cartaz "NOITE_DOS_LIVROS_CENSURADOS"

[Cartaz A3]

 

Aceda à lista dos 50 espaços contemplados com o kit, à lista de livros censurados e banidos e às Sugestões para as Noites dos livros censurados.

LER
Informação científica e recursos para o ensino da leitura e da escrita.
PICCLE
Plano de Intervenção Cidadãos Competentes em Leitura e Escrita.
LEITURA ORIENTADA
Recuperação e reforço de aprendizagens no Ensino Básico.
CARTOGRAFIAS LEITORAS
Mapear iniciativas de leitura e escrita do ensino superior
logo
logo
2020 © Plano Nacional de Leitura